Instituto de Constelaciones Familiares / Brigitte Champetier de Ribes

Hino à vida

O hino à vida em “Empezar a constelar”, Brigitte Champetier de Ribes pp. 44-45, 2010.
Revisado em junho de 2016 e agosto de 2017.

O hino à vida

SIM a tudo como é e a todos como são.

Agradeço a tudo como é e a todos do jeito que são.

Agradeço pela minha vida como ela é, me permito ser como sou,

Agradeço a abundância que me rodeia,

Tomo tudo o que chega até mim como uma oportunidade de mais amor,

Rendo-me diante do que não compreendo.

Amo a cada pessoa do jeito que é,

Inclusive aos que me dão medo, raiva ou repulsa.

Reconheço a mim mesmo naqueles que me causaram dano.

O mal que eu fiz, o assumo e o reparo.

Do meu lugar, nem mais nem menos,

Respeito às hierarquias, honro o que está antes de mim,

Honro o univero, a natureza, planta ou animal, honro os mais velhos.

Entrego-me aos posteriores, aos novos, ao novo.

Empurrado pelo agradecimento incondicional aos meus pais e a meu entorno,

Devolvo o recebido estando a serviço do próximo.

Consciente da minha imperfeição, da minha grandeza e de minha responsabilidade,

Aqui, agora,

Assumo minha vida e me entrego ao amor.

Escolho a alegria.

 





Himno a la vida