Instituto de Constelações Familiares Brigitte Champetier de Ribes

Textos selecionados



Você pode nos deixar seus dados e teremos o maior prazer em lhe enviar informações sobre as atividades do Instituto. Para isso, visite nossa nuestra página de contato.
Obrigada.



"Eu escolho a vida" a cada hora em ponto

Convidamos você, a cada hora, a criar uma nova vibração ao redor do mundo, dizendo “EU ESCOLHO A VIDA” junto com milhares de pessoas. Todos juntos a serviço da vida.












O guia é o coração

Faça uma expiração longa e profunda, e continue respirando lenta e profundamente.

Agora, sua atenção vai, suavemente, para seu coração físico, até que possa senti-lo ou, simplesmente que, imagine senti-lo. Sentirá como se estivesse respirando desde o coração, ou imaginará senti-lo. E o tempo todo, continuará tendo a atenção colocada no coração, com muita leveza.

Pouco a pouco, sentirá uma mudança pelo seu corpo todo.

Um sorriso desenhar-se-á sozinho no seu rosto. Todo seu corpo sorri.

Suas costas se erguerão, inclusive, é possível que sinta que vai um pouco para trás. É o movimento que seu peito precisa para ter mais amplitude, e assim, a energia do seu coração se estenderá mais ainda.

Sinta que o centro do seu corpo, a sede de sua consciência e de sua força, é o coração, não é nem o cérebro nem o ventre, é o coração…

Seus pensamentos mudam. Você se faz mais presente.

Suas emoções também. Transformam-se em emoções de inclusão, de alegria e respeito.

Sua mente abre-se. Sua energia aumenta e sua percepção se transforma. Você percebe o que os outros sentem.

Sua capacidade curadora cresce imensamente, tanto para você como para os outros.

Nosso coração dirige toda a nossa atividade, desde o cérebro e seus pensamentos, até cada uma de nossas células… a meta da liderança do coração é a harmonia interior do individuo e a harmonia entre os humanos.

Com essa prática, colocamos em ação O amor do espírito ( clique aqui para ler este texto). No exercício anterior, exercitávamos a olhada do amor, neste ativamos a fonte física do amor, do crescimento e da onda de expansão do amor.

Tomar consciência do nosso coração e viver desde aí se transforma em um modo de viver longe do estresse, do individualismo e das emoções destrutivas, um modo de estar presente, adulto, no amor, na força e na alegria de viver, um modo de estar em sintonia com tudo.

Nos ajudará, especialmente, nos momentos difíceis, quando precisamos ser criativo, ter força, ajudar… e nos permitirá desfrutar da vida em cada instante.

Viver desde o coração físico nos permite participar no fortalecimento do campo mórfico do novo paradigma.

Podemos ler o próximo artigo do Coração (ctrl + clique) para compreender a potência de viver conscientemente desde o coração.