Instituto de Constelações Familiares Brigitte Champetier de Ribes

Textos selecionados



Você pode nos deixar seus dados e teremos o maior prazer em lhe enviar informações sobre as atividades do Instituto. Para isso, visite nossa nuestra página de contato.
Obrigada.



"Eu escolho a vida" a cada hora em ponto

Convidamos você, a cada hora, a criar uma nova vibração ao redor do mundo, dizendo “EU ESCOLHO A VIDA” junto com milhares de pessoas. Todos juntos a serviço da vida.












Integração de polaridades. Integração de partes em conflito

Ritual muito poderoso que poderia ser realizado frequentemente, com muito beneficio.
A reconciliação de polaridades é o que cria a maior energia e a maior força de mudança em nossas vidas.

1. Identificar as polaridades não integradas.

Masculino /feminino, lógica/emoção, racional/intuitivo, crenças infantis/crenças adultas, passado/futuro, dependência/autonomia, confiança/desconfiança, esquerda/direita, submissão /autoridade, agressividade /ternura, etc.

2. Sentir as duas polaridades.

Coloca-se uma polaridade na palma de cada mão.

Olhando para a palma esquerda, descubra como é esta polaridade:

Sua forma, tamanho, cor, material, temperatura.

Depois, faça a mesma coisa com a outra polaridade, na mão direita.

Depois, imagine que se coloca em uma das polaridades, transforma-se nela e responde essas perguntas:

  1. O que vejo, ouço ou sinto? Sendo este parte, com o que o associo.
  2. Para que sirvo, qual é a minha função? Para que esta função? Até chegar a um objetivo superior.
  3. Quais são as minhas qualidades intrínsecas?
  4. Há alguma oposição, diferença, entre eu e a outra polaridade?
  5. Qual é a situação desde o meu ponto de vista?

Agora, faça a mesma coisa com a outra polaridade.

3. Diálogo entre as duas polaridades.

Imagine o diálogo entre as duas polaridades

Censuro-o…

  • Se você não existisse...
  • Se você fosse diferente, um pouco mais tal, um pouco menos qual..., gostaria mais porque...

4. Identificar a missão comum das duas partes.

Sem olhar nenhuma das duas polaridades, a pessoa identifica esta missão comum e comunica-lhe a cada parte, explica-lhe, até que ambas reconheçam e aceitem a intenção positiva da outra.

5. Aceitar a outra polaridade

Novamente, as duas polaridades falam-se:

  • Em você valorizo...., percebo que lhe preciso pelo ...
  • Obter um acordo congruente das duas partes para combinar os seus recursos e alcançar os objetivos de cada uma delas e a missão comum.  Geralmente, as partes terão duvidado, ou terão se indisposto uma contra a outra, por não terem esses recursos. Por este motivo, parecem estranhas e sem controle.

6. Integração

A pessoa vai aproximar, lentamente, as duas mãos, até que as duas polaridades se fusionem, e você irá observando no que se transformarão as duas partes.

Agora, já aproximando as suas duas mãos ao seu peito, até integrar no seu corpo esta nova realidade, consciente da transformação de cada uma das suas células, e deixando invadir-se pela nova energia que o envolve.