Instituto de Constelações Familiares Brigitte Champetier de Ribes / Brasil

Textos selecionados



Você pode nos deixar seus dados e teremos o maior prazer em lhe enviar informações sobre as atividades do Instituto. Para isso, visite nossa nuestra página de contato.
Obrigada.



"Eu escolho a vida" a cada hora em ponto

Convidamos você, a cada hora, a criar uma nova vibração ao redor do mundo, dizendo “EU ESCOLHO A VIDA” junto com milhares de pessoas. Todos juntos a serviço da vida.












Perguntas e Respostas – Treinamento Internacional

Alemanha, Dezembro de 2010

Inseminação Artificial

Mulher: Me preocupa e me move a pergunta: “O que acontece quando é feita inseminação artificial e quando o pai quis este método?”.

Hellinger: Para a criança, não existe problema de que forma chega ao mundo. A vida tem prioridade. A questão é: Como os outros se comportam? A criança pode dizer a seu pai, mesmo que não o conheça: “Obrigado”. E dizer à mãe: “Obrigado. Todo o resto não me diz respeito”. Isso tem um efeito sobre aquele que doou seu sêmen. Ele jamais poderá se livrar do filho. E também tem um efeito sobre a mãe, mas ao filho não importa.

Mas, com o filho de uma fertilização assistida a solução também é o amor, o amor para o pai oculto e para a mãe, onde encontramos o amor, o amor para o doador. O que ela tem que dizer a ele? “Você é meu homem”. Vocês sentem o que muda com isso? Porque, de repente, a mãe está ligada a alguém por toda a vida.

Respondi sua pergunta?

Mulher: Sim. Obrigada.

Anorexia em Meninas Adolescentes

Homem: Gostaria de saber o que está por trás da anorexia em meninas adolescentes.

Hellinger: Sobre a anorexia, desde o começo eu tive uma compreensão. A criatura anoréxica diz a seu pai: “Antes desapareço eu, do que você”. Essa é a dinâmica fundamental.

Pode ter diferentes relações. Por exemplo, quando o pai é obrigado a voltar para a sua família. Se quiser abandonar a família, a garota anoréxica o retém, e a solução seria muito simples, seria que o pai dissesse: “Eu vou ficar”.

A solução encontra-se com o pai, em geral.

Também pode estar ligada à mãe. Um exemplo: a mãe envia sua mãe idosa para um asilo. Ou seja, a mãe não quis mantê-la dentro da família e cuidar dela. E quem está por trás disso? Talvez seu marido, ou seja, o pai está por trás disso. Quando a mãe da mãe foi para o asilo de idosos, as duas filhas vestiram roupa preta, ambas se tornaram anoréxicas e visitavam idosos em asilos.

Também muito estranho, não?

Por trás da anorexia se encontra algo inacabado, algo não resolvido da família. E quem tem, aqui, o maior amor? As filhas.